Caco Ciocler vai a Sartre para tratar de vazio contemporâneo

Duas mulheres e um homem estão trancados em uma sala. Essa é a ideia de inferno cunhada por Sartre. Não há fogo, vapores de enxofre ou torturas físicas. Apenas seres condenados a conviver pela eternidade. Em determinado momento, a porta do espaço onde estão encerrados até se abre. Mas nenhum deles terá coragem de partir.

viaCaco Ciocler vai a Sartre para tratar de vazio contemporâneo.

Acho impressionante sempre que leio Sartre o quanto ele, com sua visão filosófica pessoal, consegue ser um ateu tão espiritual.

Me fascina sua facilidade para dimensionar nosso ser no mundo.

A concepção de inferno dele é fantástica. O pior inferno não é o do fogo eterno, é o do ser humano sendo completamente infernal em seus relacionamentos.

“Meu inferno são os outros”.

Me lembra outra célebre frase: “Não importa o que te fazem, mas o que fazes com o que te fazem.”

Espero que esta peça venha para o Rio.

About rikaferreira

Carioca, 34 anos, blogueira, chocólatra, amo café, adoro comida simples, tentando ser o mais kosher ou vegana possível. Amo animais e natureza. Cristã. Filosofia é um prazer, assim como qualquer leitura. Sou crítica, sou curiosa. Não tenho time. Não curto rótulos. Não sigo partido político. Centro-direita, as vezes centro-esquerda. Gosto muito de conhecer histórias de vida e admirar talentos. Amo música, prefiro Clássica, Bossa Nova, Jazz, Blues, Choro, Flamenco. E não sou rica, só rica de alegria, de experiências e da Graça de Deus.
This entry was posted in Arte e Entretenimento, Filosofia, Reblogados. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s