“Sou ser humano, não”

“Sou ser humano, não”.

Blog da Márcia Tiburi

“Sou ser humano, não”

4 de outubro de 2013

“Sou ser humano, não”

“Sou ser humano, não”. A frase do policial dita a uma moça, provavelmente uma professora, quando tentava fazer-se ouvir por ele, estarreceu a muitos. A terrível verdade de fundo dos fatos foi escancarada pelo indivíduo fardado, o burocrata do sistema que está ali para fazer o que faz: espancar, bater, atirar, lançar bombas e gás lacrimogênio contra qualquer um. Ele não age por que quer, embora  possamos argumentar que é provável que também queira. Questionado sobre seu querer, talvez nos respondesse que não quer, o que nos estarreceria novamente e nos faria saber que está vazio de si mesmo.

(…)

O outro é o conceito fundamental da ética. O outro é aquele que me precede. Que me constitui em termos ontológicos e psicológicos. Mas em temos práticos, ou seja, em temos éticos, ele é, fundamentalmente, aquele com quem me relaciono. Na irrelação, o outro permanece como um espectro,  na forma de algo absurdo que facilmente apago para me sentir bem, pois que o outro externo é sempre amedrontador, sempre terrível. Minha tendência é passar por cima dele, fingir que ele não me toca. Dizer-lhe, que não sou da sua laia… ou “não sou ser humano não”…

Theodor Adorno, filósofo do testemunho do período nazista, disse algo mais ou menos assim: enquanto soubermos manter as aparências de civilização ainda podemos ter esperança. O nazismo sobrevive em cada um que perde de vista que as coisas podem ser diferentes.

About rikaferreira

Carioca, 34 anos, blogueira, chocólatra, amo café, adoro comida simples, tentando ser o mais kosher ou vegana possível. Amo animais e natureza. Cristã. Filosofia é um prazer, assim como qualquer leitura. Sou crítica, sou curiosa. Não tenho time. Não curto rótulos. Não sigo partido político. Centro-direita, as vezes centro-esquerda. Gosto muito de conhecer histórias de vida e admirar talentos. Amo música, prefiro Clássica, Bossa Nova, Jazz, Blues, Choro, Flamenco. E não sou rica, só rica de alegria, de experiências e da Graça de Deus.
This entry was posted in Filosofia, Política, Reblogados and tagged . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s